quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Os anos difíceis que se aproximam nos farão refletir sobre uma Liderança que nos falta


Vamos começar o primeiro post do ano com as frases do empresário João Dória Jr.

Palavras essas proferidas num dos últimos encontros de 2014 do "Lide" (organização de caráter privado que reúne empresários de 12 países...veja em http://www.lidebr.com.br/)..

É claro que tal post não agradará a todos......não é preciso......não precisamos concordar em tudo....

A democracia e o bom convívio pressupõem debates em alto nível.....

Fernando Henrique Cardoso é um exemplo a ser seguido.....

Não estamos aqui pra dizer que ele acertou 100%......impossível alguém, seja na esfera pública ou privada, acertar 100%

Porém, basta um exame mais rigoroso da história, sem covardias intelectuais, para concluir que o que temos no Brasil hoje, e eu digo, pelo menos 70% do que temos no Brasil hoje, devemos a Fernando Henrique Cardoso,

O Brasil encontrava-se completamente destruído, sob todos os aspectos, até 1994.

Não entrem nesse "conto petista" de que "nunca antes na história desse país..."

O Brasil encontrava-se destruído até 1994.....

Contas públicas destruídas, hiperinflação, herança de uma moratória externa de 1987, greves espalhadas por todos os lados, a herança de um impeachment de um Presidente da República em 1992,  controle cambial, herança de vários congelamentos de preços que não serviram pra nada, "telecomunicações" que não disponibilizavam decentemente o mínimo de infra-estrutura telefônica à sociedade, ágio de preços espalhado por vários setores da economia, credibilidade nula junto a órgãos internacionais financeiros e de fomento, credibilidade nula junto a comunidade financeira internacional.

Enfim........um país mergulhado na mais profunda escuridão.

Fernando Henrique Cardoso, com sua liderança, foi capaz de, através, essencialmente, do Plano Real, transformar o Brasil.

Pouco a pouco os obstáculos foram amenizados e superados; desafios superados ali ajudavam na superação de outros desafios acolá.

A estabilidade monetária produzia uma melhor visão das contas públicas, assim, bastaria que se criasse uma Lei para organizá-la....e assim criou-se a Lei da Responsabilidade Fiscal.

As privatizações, além de ajudarem a trazer caixa no curto prazo, eliminava a ineficiência do setor público, impondo novas metas e uma dinâmica que produzia um sem-número de benefícios concretos e imediatos à população.

Era natural que, tudo isso somado, trouxesse, mais cedo ou mais tarde, a credibilidade, interna e externa, que era escassa.

A liberação do câmbio, um pouco mais tarde, poria ainda mais concreto na já conquistada credibilidade, mesmo diante de um curto momento de stress vivido entre 1997 e 1999, principalmente em face das crises que se abateram sobre as economias emergentes da Ásia e da Rússia.

Tudo isso dentro de um contexto político nada simples e calmo. Afinal, um PT mais maduro e forte se mostrava uma oposição implacável ao longo daqueles anos marcantes de 1994 a 2002.

Sem covardias intelectuais, o Brasil, olhado sob sua perspectiva histórica, desde o Império até os dias atuais,  desde os dias complicados do "Estado Novo de Getúlio Vargas", passando pelos ares de modernidade de Juscelino Kubitschek e a Ditadura Militar, é um outro país nas mãos de Fernando Henrique Cardoso.

Aqueles que têm duvida, seja pela história enviesada contada pelo Partido dos Trabalhadores, seja por uma eventual preguiça, voltem aos livros. voltem às fontes da época, voltem a tudo que possa lhes trazer um pouco mais de dados e construção de cenários.

Por tudo que escrevo no blog, volto a lhes dizer.

Não teremos dias fáceis pela frente....não teremos anos fáceis pela frente.....

Muita coisa boa que foi construída ao longo dos últimos 20 anos se perdeu em apenas 4-5-6 anos...

É preciso muito esforço pra isso......é preciso Liderança pra isso....

Não temos isso hoje....infelizmente, não temos isso hoje......

O post nada mais é do que uma recuperação história, na ótica de quem escreve,  inserido num momento delicadíssimo em que vive o Brasil.

E é dentro dessa recuperação que compartilho as palavras do empresário João Dória Jr., Presidente do "LIDE".

As palavras do empresário vêm acompanhadas por uma palestra de pouco mais de 20 minutos de Fernando Henrique Cardoso.

Aqui, procurei apenas resgatar e enfatizar as palavras de João Dória Jr.....não a palestra do Ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso.

Não concordo com tudo que Fernando Henrique Cardoso pensa.......algumas declarações recentes sobre determinados temas são polêmicas e discutíveis.

Mas, assim como João Dória, tenho orgulho de ter tido Fernando Henrique Cardoso como Presidente do meu país.

Sua liderança será sentida mais e mais......principalmente nos anos difíceis que teremos à nossa frente.

As palavras que procurei ressaltar encontram-se no texto destacado abaixo e que podem ser vistas logo nos primeiros minutos do vídeo abaixo.....1-2-3 minutos....

Como disse, o vídeo traz a apresentação de João Dória, e a palestra em si de Fernando Henrique Cardoso


Do empresário João Dória Jr.

"Eu queria falar 1 minuto como cidadão......Como cidadão......eu devo lhe dizer, como cidadão, do orgulho, como brasileiro, de ter um estadista como o senhor e ter tido o senhor como Presidente do meu país..... Orgulho tenho, como brasileiro, é da gestão que o senhor fez como Presidente da República...na honestidade, na probidade, na defesa dos princípios mais legítimos que cabem a um homem público."