quarta-feira, 26 de novembro de 2014

"Dilma se encontra com Boff e Betto, os autores que criaram a obra que rivaliza com a Galinha Pintadinha. Ou: O Bebê Capeta de Frei Betto", por Reinaldo Azevedo

Na  boa gente......

Tava aqui pensando.....o que vou colocar no blog....

Gráficos ?

Commodties ? Arghhhhh.......que coisa horrorosa...meu Deus !.....

Que crash !!!,,,,,,,

Vou falar do BrasiL ?

Putz....

tava até conversando com um amigo meu ontem no almoço.....

Comentei que vivemos um momento pior do que os anos 80......

Era criança-adolescente naquela época.....mas me lembrava  que havia saúde e educação públicas boas....

Dava pra ir numa emergência de um hospital público e ser atendido rapidamente....tínhamos uma escola pública de qualidade.....

Hoje, a classe média, além de ser massacrada por uma inflação alta, destrói seu orçamento com plano  de saúde e escola privada desde o "jardim de infância".....

Não estamos bem....

E os próximos 4 anos....5 anos....6 anos....não serão bons....

já disse isso mil vezes.....

o PT destruiu tudo........e isso, a despeito de ter surfado talvez a maior bolha das commodities dos últimos 100 anos......

Temos uma imensa estrada a recuperar .......e não há esperança que isso possa ser recuperado no curto prazo...

Precisaríamos de um novo "Plano Real".......e pra isso não basta um "economista conservador", como Joaquim Levy.....

É preciso muito......mas, muito mais do que isso.....

Estou aqui,,,,,,,,lendo várias coisas.........TV ligada......som........lendo um ou outro gráfico....

Me deparei com o post do jornalista Reinaldo Azevedo, da Revista Veja......

Nada melhor do que esse artigo nesse momento...

Mostra o ponto em que estamos....

Deprimente.....deprimente.......deprimente.....

Já disse mil vezes ?

Então...vamos lá....1.001 vezes....

tá difícil......

Preparem-se.........

Texto do jornalista Reinaldo Azevedo abaixo

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/dilma-se-encontra-com-boff-e-beto-os-autores-que-criaram-a-obra-que-rivaliza-com-a-galinha-pintadinha-ou-o-bebe-capeta-de-frei-betto/


26/11/2014 às 22:18
Dilma se encontra com Boff e Betto, os autores que criaram a obra que rivaliza com a Galinha Pintadinha. Ou: O Bebê Capeta de Frei Betto

Ai, ai… Lá vamos nós. A presidente Dilma Rousseff decidiu receber nesta quarta dois representantes do próprio hospício mental para tratar, segundo entendi, de tema nenhum, numa evidência de que a suprema mandatária pode andar meio desocupada. Leonardo Boff, suspeito de ser teólogo, e Betto, suspeito de ser frei, estiveram com a governanta. O encontro acontece um dia depois de a dupla ter assinado um dito “manifesto de intelectuais petistas” contra a indicação de Joaquim Levy e Kátia Abreu para, respectivamente, os ministérios da Fazenda e da Agricultura. Hein? Intelectuais petistas? Isso é como cabeça de bacalhau e enterro de anão. Alguém já viu? Se intelectuais, como petistas? Se petistas, como intelectuais? A obra de maior peso escrita pela dupla se chama “A Galinha e a Águia”, que costuma aparecer, nas livrarias, ao lado de “A Galinha Pintadinha”.

Betto e Boff são expoentes de uma certa teologia que costumo chamar de “Escatologia da Libertação”. Por alguma estranha razão, a dupla acredita que Deus discrimina os viventes segundo a conta bancária e a filiação partidária. Acham que o Altíssimo é compatível, por exemplo, com Fidel Castro. Já chego lá. Disse o Boff ao jornal O Globo: “Ela [Dilma] mesma não promoveu muito contato com as bases, porque se ocupava muito com a administração dos grandes projetos. E ela disse que, a partir de agora, será um ponto alto do seu governo, um diálogo permanente, contínuo, orgânico com os movimentos sociais e com a sociedade em geral”

Audácia do Boff! É o mesmo chororô de Gilberto Carvalho, segundo o qual os “movimentos sociais”, que mobilizam não mais do que alguns poucos milhares de pessoas, devem tomar, na cabeça e na agenda do governante, o lugar de milhões de pessoas. Mas Dilma os recebeu, não é? E eles representam quem, além da própria loucura? Loucura?

Sim. O dito Frei Betto criou o seu próprio “Pai Nosso”. É verdade! Começa assim: “Pai-nosso que estais no céu, e sois nossa Mãe na Terra, amorosa orgia trinitária, criador da aurora boreal e dos olhos enamorados que enternecem o coração, Senhor avesso ao moralismo desvirtuado e guia da trilha peregrina das formigas do meu jardim (…)”. Para Ler a íntegra, clique aqui. Não ficou nisso. Ele também criou a “Ave Maria” latino-americana. Assim (íntegra):

Ave Maria,
grávida das aspirações de nossos pobres,
o Senhor é convosco,
bendita sois vós entre os oprimidos,
benditos os frutos de libertação
do vosso ventre.

Ele é autor de uma outra peça imaginosa, em que Santa Tereza d’Ávila transa — sim, leitor, faz sexo, faz aquilo naquilo — com Che Guevara e… engravida. Teria nascido o Bebê de Rosemary?

Dilma decidiu dar trela a essa gente. É bem provável que não tenha se aproximado da janela em nenhum momento, né? Não custa ser precavido. Ah, sim: Boff, o audacioso, disse não ter debatido nomes de ministros com a presidente. Que bom, né? Afinal, ninguém o elegeu para isso. Ainda que essas duas personagens tenham um apelo, digamos, momesco, ao recebê-las com certa solenidade, Dilma exibe sinais preocupantes, como se estivesse a purgar os pecados do realismo, ajoelhando-se no altar de heresias delirantes.

Vade retro!