terça-feira, 7 de março de 2017

ADR VALE e GGBR4 em LTA's....PETR3 e ELET6 tocam suas MAS's 200

Vamos fazer um resumo de quadros interessantes que se formaram no últimos 2-3 dias em torno de 4 papéis

ADR VALE e GGBR4 tocaram suas LTA's.....ADR VALE de forma muito clara...GGBR4 resvalou

Para ADR VALE, atenção especial à faixa de 9,50, que, se perdida, pode acender a luz amarela no movimento altista de longo prazo

Para uma visão do papel brasileiro, temos abaixo uma LTA da VALE5 não tão consistente quanto aos papéis em Nova York, mas que também foi tocada ontem

VALE5 fechou ontem em 29.39; faixa a ser vista é a de 28.45, que, se perdida, acende a luz amarela, e papel deve buscar a faixa de 27,50. Pra cima, temos agora, a faixa de 30,00, depois 31,00, 31,50, 32,40, 33,20 e o último topo em 35,20, que se rompido, busca 35,80 e 37,50

GGBR4 fechou ontem a 13,11; faixa importante a ser vista é a de 12,00; se perdida, papel busca a faixa de 10,55-10,80. 
Pra cima, a principal resistência em 13,53, que, se rompida, papel busca 14,00 e 14,50



ADR VALE, Diário, escala logarítmica




VALE5, Diário, escala logaritmica



GGBR4, Diário, escala logarítmica








Por fim, outros 2 quadros interessantes

Depois, de muito tempo, PETR3 e ELET6 encostaram em suas respectivas médias móveis simples de 200 períodos

Depois do forte rally desde janeiro do ano passado, tanto os papéis ON da Petrolífera, como os papéis PN da Eletrobrás, se distanciaram muito de suas MA's200

Provavelmente para corrigirem suas aberrações gráficas, ambas entraram praticamente numa congestão. 

PETR3 presa entre 15,80 e a faixa de 18,80-19,10

Ontem, fechou em 15,88....MA200, pra ser mais rigoroso, está em 15,36, linha vermelha abaixo.
Se perder a faixa de 15,40, ligeiramente abaixo da congestão, papel busca 14,20; depois, 13,50
Pra cima, se romper o topo da congestão, faixa de 19,10, busca 19,70, e finalmente a faixa de 21,30

PETR3, Diário, escala logarítmica, com a MA200 em linha vermelha




 ELET6:

Se pelo lado da congestão, essa não é tão acentuada quanto a da PETR3, o toque na Média Móvel Simples de 200 períodos, na faixa de 23,60, é muito claro; ocorreu no pregão de sexta-feira.

Ontem,  o papel já abriu forte pra cima e fechou em 25,21, com alta de 3,7%

A congestão pode ser vista nos traços em azul, Base ali na faixa de 23,60 e topo na faixa de 27,00. Se perder a faixa de 23,60, complica o papel; a faixa de 23,00 ainda pode segurá-lo, mas, depois, somente a faixa de 21,00

ELET6, Diário, escala logarítmica, com sua MA200 em linha vermelha




Como o papel PETR4 tem muito mais liquidez do que PETR3, vamos mostrar PETR4 também. Papel tem uma configuração semelhante ao de seu irmão PETR3

Não resvalou na MA200 , como fez PETR3. Porém, sua MA200 não está distante...está em 13,47

Papel fechou ontem em 15.10.....apresenta uma congestão entre 14,00 e 16,40....se perder a faixa de 14,00, buscar a faixa de 13,30....rompendo o topo da congestão, papel buscar a faixa de 18,50, depois, 20,00

PETR4, Diário, escala logarítmica, com sua MA200 em linha vermelha