quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

"Emendas ‘desfiguram’ proposta do governo para a Previdência", por Jornal "O Estado de São Paulo"

Matéria publicada hoje, por Jornal "O Estado de São Paulo"

Todo o texto , aqui:

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,emendas-desfiguram-proposta-do-governo-para-a-previdencia,70001676195

Emendas ‘desfiguram’ proposta do governo para a Previdência

Parte da base aliada apoiou proposta de reduzir idade mínima; relator tem até março para apresentar parecer
        
Idiana Tomazelli , 
O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2017 | 22h30

BRASÍLIA - A reforma da Previdência já recebeu sete propostas de mudanças no texto na comissão especial da Câmara, algumas delas desfigurando pontos centrais da medida, como idade mínima, regra de transição e novo cálculo do benefício.

A emenda mais abrangente é a do deputado Paulinho da Força (SD-SP), apresentada nesta quarta-feira, 22, e apoiada por integrantes da base aliada. O parlamentar propõe idade mínima de 60 anos para homens e 58 anos para mulheres. A ideia original do Executivo é fixar esse piso em 65 anos para homens e mulheres. A emenda prevê ainda que essa regra valha apenas para quem começar a contribuir para a Previdência após a reforma. Além disso, sugere que a regra de cálculo dos benefícios parta de um índice de 60% do salário de contribuição e adicione um ponto porcentual a cada ano de contribuição.
Hoje, a proposta do governo prevê que o ponto de partida é de 51%, o que traz a necessidade de 49 anos de contribuição para o acesso integral do salário de contribuição. Ao todo, a proposta é assinada por 20 parlamentares de sete partidos.