terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Notícia portal "Investing.com": "Bancos realizam lucros com reforma de compulsórios no radar"......aí, você pega os dados publicados pelo Banco Central do Brasil que mostra uma queda de cerca de 23% de 2015 pra cá nos "lucros líquidos depois do imposto de renda" dos bancos......é,,,,,deixa pra lá.....vejam o gráfico

Notícia publicada há pouco pelo portal "Investing.com": 

https://br.investing.com/news/mercado-de-ações-e-financeiro/bancos-realizam-lucros-com-reforma-de-compulsórios-no-radar-224878

"Bancos realizam lucros com reforma de compulsórios no radar"
________________________________________________-

Bancos realizam lucros com reforma de compulsórios no radar
Ações e Financeiro19 minutos atrás (24.01.2017 13:39)

nvesting.com - Os bancos viraram para perdas no final da manhã desta terça-feira realizando parte dos lucros do pregão de ontem. No radar do setor financeiro está a notícia do Estadão de que o Banco Central pretende atualizar as regras dos compulsórios, que deverá beneficiar os bancos, de acordo com a Guide, e, ao fim, reduzir o custo de crédito do país.
A ‘reforma tributária’ dos compulsórios deverá, em sua primeira etapa, unificar várias alíquotas e prazos dos depósitos bancários obrigatórios da poupança, depósito a vista e garantias realizadas.
Em um segundo momento, o BC deverá reduzir o nível dos compulsórios e, assim, elevar o volume de recursos disponível para empréstimo. O movimento deverá reduzir o custo do crédito e os spreads bancários. A diminuição dos compulsórios será gradual para não competir com a Taxa Selic como instrumento de política monetária.
O Banco do Brasil (SA:BBAS3) deverá ser o maior beneficiado pelas mudanças, segundo análise do Citi. Relatório do banco suíço mostra que para cada 5% de redução no compulsório, o BB aumenta em 1,4% seu lucro por ação (LPA) contra 1% de média dos demais bancos.
O BB recua 1% no pregão desta terça-feira, após avançar mais de 4,5% ontem em meio ao boato da reforma.
O Itaúsa cai 1,3% após ganhos de 2,5% no último pregão, enquanto o Itaú Unibanco (SA:ITUB4) cede 0,8% frente a alta de 3,3% ontem. O Bradesco (SA:BBDC4) perde 0,3% e devolve parte dos lucros com a valorização de 2,2% de segunda-feira.


_________________________________________


OK ?...........Todo mundo acompanhando o raciocínio ?

OK então.....

Então, você que é um cara "cauteloso", preparado pra tudo que te jogam "goela abaixo", volta lá nos teus dados....

Volta lá na página do Banco Central do Brasil 

E.......Surpresa !!!!!





.O Gráfico mostra uma queda de cerca de 23% de 2015 pra cá nos "lucros líquidos depois do imposto de renda" dos bancos......

Sim !!!....está lá !!....duvidam  ?

Reparem na metodologia depois do gráfico.....são excluídos os bancos de desenvolvimento......claro, para não haver distorção

OK

Vamos a ele:

https://www3.bcb.gov.br/sgspub/consultarmetadados/consultarMetadadosSeries.do?method=consultarMetadadosSeriesInternet&hdOidSerieSelecionada=21839


Fonte: Banco Central do Brasil


Abaixo, todo o texto que se refere a metodologia de coleta e escopo

Dados: Conceito, Periodicidade e Tempestividade
Conceito
O lucro líquido depois do imposto de renda (LL) acumulado nos últimos doze meses.
Fonte
Banco Central do Brasil
Unidade
Milhões de reais
Periodicidade
Trimestral
Interrupções

Tempestividade

Até 90 dias após o período de referência.


O Banco Central compila e publica estatísticas monetárias e financeiras segundo a legislação em vigor, em particular a Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964, e Resoluções do Conselho Monetário Nacional que ordenam a geração e divulgação de dados e informações. O Banco Central garante a confidencialidade dos dados relativos às instituições financeiras, empresas e indivíduos, em obediência ao estabelecido no artigo 2 da Lei Complementar nº 105, de 11 de janeiro de 2001.

Sumário Metodológico

Arcabouço analítico, conceitos, definições e classificações (incluindo referência a orientações aplicáveis)

O LL é obtido pelo valor líquido entre receitas e despesas  excluindo-se as despesas com juros sobre capital próprio.

Abrangência dos dados (cobertura de e.g., unidades institucionais, transações e estoque, commodities, indústrias e áreas geográficas)

Esse indicador compreende informações de bancos e conglomerados bancários, exceto bancos de desenvolvimento.

__________________________________________________


E então ??

Como vocês explicam ??

É por conta do compulsório ? Por que os bancos subiram nesse período ?

Ohhhhh....por conta da queda da Selic....

Nossa.....anteciparam muito, não ?

Eu já mostrei aqui que queda da Selic, é ruim para os bancos......eles perdem mais na intermediação financeira, que foi parte importante na "galinha de ouro" deles nos últimos 10 anos....

Ah......é por conta dos financiamentos imobiliários que voltarão !!!

Nossa.....é mesmo ?

Vou fazer o seguinte.....vou colocar no post seguinte....agora.....o gráfico do IVG-R, que é o índice dos preços dos imóveis que o BC monitora....

Talvez, ao longo da semana, fale mais dele...