terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Bovespa fecha "em cima" da segunda LTB, ainda com os bancos na liderança, numa dinâmica semelhante ao rally que levou o Bovespa dos 37.000 aos 55.000, depois aos 65.300

Bovespa tocou a segunda LTB destacada abaixo

Estávamos monitorando 2 LTB's nos últimos 45 dias...

A primeira foi rompida na quinta....mas parou ali "em cima" do primeiro pivot mais forte....60.200-60.300

Veio o dia de ontem, como volume ridículo, e o mercado voltou pra baixo dessa primeira LTB......em tese, seria um rompimento falso da primeira LTB

Mas, como disse ontem, com o volume de ontem, todo sinal emitido seria nulo.....não daria nem pra considerar...

E o que vimos hoje ?

Um início de dia já forte......e que se consolidou ao longo da tarde e final do dia...

Fechamento em 61.800, alta de 3,7%

O mais interessante é que é uma dinâmica semelhante ao rally que levou o Bovespa dos 37.000 aos 55.000, depois aos 65.300, isto ém os bancos "foram em primeiro lugar"

ITUB4, por exemplo, depois de tocar sua MA200, já subiu aproximadamente 14%

Fica a dúvida se essa dinâmica permanecerá assim...

Assim como ?

Ora.....se siderúrgicas e VALE forem "depois", o Bovespa sente essa LTB e volta la pros 57.000 pra ganhar musculatura.

Se a dinâmica for diferente, todos "irão juntos", e o Bovespa vai romper essa segunda LTB nos próximos 2-3 dias, busca 63.000, 64.800 e depois o topo duplo na faixa de 65.300

Reparem que a MA50, no tempo horário, já cruzou pra cima a MA200, o que, no tempo horário, já pressiona o índice na direção da COMPRA.

MME13 e MME21 praticamente coladas no tempo diário, já deixando o índice, no que tange às médias curtas, mais confuso

Suportes agora em 61.200, 60.200, 59.400 e 59.000
Resistências em 61.800, 62.000, 62.500, 63.000 e 63.500



Bovespa, "tempo 60 minutos", escala logarítmica




Bovespa,  diário, escala logarítmica