quinta-feira, 6 de outubro de 2016

"FMI alerta para forte alta da dívida privada no Brasil ", por Jornal "Valor"

Matéria abaixo, publicada no Jornal "Valor" diz que FMI está preocupado com o ritmo do crescimento da dívida das empresas não financeira no Brasil.. quase o dobro, segundo ele, do registrado nos países emergentes

Na verdade, se incorporássemos a explosão das Recuperações Judiciais e falências, pontos discutidos aqui recorrentemente, a preocupação já deveria atingir "niveis de desespero"

Porém, parece que o mercado não está nem aí

Ontem, Bradesco e Itau fizeram novos topos históricos

Segundo a logica do mercado, 

NÃO HÁ PROVISÕES
NÃO HÁ CALOTE
OS LUCROS CONTINUARÃO A EXPLODIR, A DESPEITO DAS PROVISÕES.. QUER DIZER, DAS PROVISÕES ORA "PROVISIONADAS".....REDUNDANTE ASSIM MESMO...
A DESPEITO DOS CALOTES, DAS EXPLOSÕES DAS FALÊNCIAS, RECUPERAÇÕES JUDICIAIS...

Vamos a parte da matéria..

Link: http://www.valor.com.br/financas/4736453/fmi-alerta-para-forte-alta-da-divida-privada-no-brasil

06/10/2016 às 05h00
FMI alerta para forte alta da dívida privada no Brasil 

 O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou ontem para o ritmo de crescimento da dívida de empresas não financeiras e famílias brasileiras na última década, quase o dobro do registrado em outros emergentes. Em relatório, o FMI diz que essa expansão dos débitos privados, de mais de 35% do PIB entre 2005 e 2015, é uma fonte de "vulnerabilidades significativas". No documento, o Fundo destaca que as vulnerabilidades das finanças públicas limitam a capacidade do governo brasileiro de suavizar o impacto macroeconômico da redução do endividamento do setor privado.