domingo, 4 de setembro de 2016

Quem está certo ? O gênio matemático Ramanujan ou o Ministro da Fazenda Henrique Meirelles ?...esse Artigo acaba por complementar o post escrito ontem


 Srinivasa Aiyangar Ramanujan, ou apenas Ramanujan, foi um gênio da Matemática nascido na Índia, em 1887. 

O que ele tem de diferente de tantos outros gênios da Matemática ?

Ramanujan era um auto-didata. Já imaginaram um gênio da Matemática auto-didata ?

Sua genialidade aflorou cedo, e já na passagem para a adolescência resolvia problemas de séries aritméticas e geométricas

Adiante, com mais leituras, avançou para o universo de Séries Hipergeométricas, funções modulares e Séries infinitas.

O reconhecimento de sua genialidade vem quando Ramanujan, após inúmeras tentativas , é aceito pelo Professor Godfrey Harold Hardy, da Universidade de Cambridge , na Inglaterra, para uma temporada na mesma Universidade, a fim de discutir suas complexas e intrigantes equações, teorias e argumentos matemáticos.

Toda essa história está finalmente mais próxima do público em geral a partir de filme recém lançado, chamado "O Homem que viu o infinito", cuja data de lançamento no Brasil está prevista para fins de setembro.

Por outro lado, numa outra direção, segundo matéria publicada ontem no Jornal "O Estado de São Paulo", o Ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles, diz que o efeito da alta de juros nos EUA será compensado por melhora no Brasil.

Onde o gênio da Matemática, Srinivasa Ramanujan, e Henrique Meirelles se cruzam ?

Ramanujan argumentava que suas complexas teorias e equações eram difíceis de ser provadas; entre outras razões, argumentava ele,  elas vinham de "mensagens de Deus".

Seu mentor e professor, Godfrey Harold Hardy, entretanto, recusava-se a aceitar tais sustentações, e cobrava "provas" de Ramanujan.

Parece óbvio especular que o "auto-didatismo" de Ramanujan contribuisse para a dificuldade de listar os caminhos pelos quais percorria para a formulação de suas complexas teorias.

O rigor matemático exigido poHardy parava nas questões e passos formais de uma "educação formal, linear e exata" do ensino da Matemática, a qual Ramanujan não teve acesso.

Se numa simples reunião de negócios , seu chefe o pressiona para apresentar razões e fundamentos para "suas teorias", imagine o que dizer do Universo Matemático ?

No final dos anos 70, com a Crise do Petróleo batendo nas "portas do mundo", o FED americano foi obrigado a iniciar um ciclo surpreendente de alta da taxas de juros.

O quadro está logo abaixo:

Taxa de juros americanas, período 40 anos

Fonte: tradingeconomics.com



E o que aconteceu com o Bovespa durante tal ciclo de alta das taxas de juros americanas ?

Abaixo, o gráfico do Bovespa limitado a esse período, com marcação em retângulo vermelho.

Uma queda aproximada de 50% em dólar, que pode ser vista também na planilha mais abaixo, com as minimas e máximas alcançadas pelo índice, a partir de dados fornecidos pelo site da própria Bovespa.

O Gráfico está plotado a partir dessas "mínimas e máximas"



Bovespa em dólar, período 1971-1985







Parece razoável supor que o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, por questões "de cargo", elimine o "ruído" da alta de juros americanos do caminho

As provas encontradas por Ramanujan buscavam fortalecê-lo
As provas no meio do caminho do Brasil, no que tange ao aumento das taxas de juros americanas, parecem enfraquecer o discurso do Ministro da Fazenda



_________________________________________________

Trailler do filme "O Homem que viu o innfinito", contando a história de  Srinivasa Aiyangar Ramanujan