quarta-feira, 11 de maio de 2016

Como o Bovespa reagiu 3 meses após o Impeachment de Collor em 1992 ?

Há uma forte e ansiosa expectativa em relação ao que vai acontecer ao Bovespa de agora em diante.

Há visões para todos os gostos.

Vai subir ? Vai cair ?

Está tudo precificado  ? Ou vai subir mais e mais e mais , pois agora o Brasil terá uma nova matriz econômica, política , social.

Vamos aos 30.000 pontos ou aos 74.000, topo de 2008 ?

Vamos voltar no tempo.....

Vamos mostrar a foto da planilha do Bovespa de setembro de 1992 até dezembro de 1992 e seus pontos nominais, período imediato a Votação do Impeachment do ex-Presidente Fernando Collor de Mello, a inflação do período, pra que possamos "descontar" o valor nominal do Bovespa a "números mais reais",assim como a evolução do dólar

Por que Setembro de 1992 a Dezembro-1992 ?

O Impeachment de Fernando Collor de Mello foi votado em 29-09-1992 na Câmara dos Deputados; no Senado, no dia 01-10-1992, logo depois. muito diferente do momento atual, em que o intervalo entre a votação no Senado e Câmara foi muito maior.

Abaixo, temos a evolução do Bovespa em termos nominais, fornecidos pela Bovespa.

http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/produtos/indices/indices-amplos/indice-ibovespa-ibovespa-estatisticas-historicas.htm




Vamos agora aos números da inflação medida pelo IPCA, números fornecidos pelo IBGE.


Pra quem tem menos de 35 anos, não se assustem....os números são assustadores mesmo , coerentes com aquela época.....inflação mensal........no período set-1992-dez-1992 contabilizamos uma inflação de aproximadamente de 145%

Vamos ao dólar comercial, numa compilação feita pelo IPEA..

Reparem a alta de quase 100% de setembro-1992 para dezembro de 1992





Por fim.....vamos ao quadro geral de volatilidade histórica do Bovespa fornecida também pela própria Bovespa....

Acham que a volatilidade atual está alta ?

Dêem uma olhada naquela época, mais especificamente, o período "anos 80-1993"





Algumas considerações finais para os números acima...

Os números mostram que, da votação do impeachment de Fernando Collor de Mello, no final de setembro-1992, até o final do ano de 1992, o Bovespa subiu, em termos nominais, cerca de 52%.

No entanto, se considerarmos a inflação de aproximadamente 145%, houve uma perda real considerável do Bovespa nos 3 meses que se seguiram a Votação.