domingo, 8 de maio de 2016

Bovespa de volta ao longo Bear-Market ?

O mais longo Bear-Market brasileiro durou 12 anos; foi do final de 1971, início da Crise do Petróleo, até o final de 1983.

Curiosamente, não foi o mais "agressivo"; quando falamos da "maior queda", falamos do Bear-Market de 1986-1991, período do ápice da hiperinflação brasileira e impeachment do ex-Presidente Fernando Collor de Mello. 

Enquanto o mais longo Bear-Market consumiu aproximadamente 80% de queda do topo até o fundo, o de 86-91 correspondeu a cerca de 90% de queda, sempre em "dólar"

O atual Bear-Market brasileiro já dura cerca de 7 anos e meio, de meados de 2008 até agora.; a queda atingiu até início do ano, fundo em 37.000 pontos, cerca de 80%.

Ou seja, o Bovespa alcançou no início do ano o mesmo tamanho de queda de Bear-Markets históricos.

Há cerca de 3-4 meses escrevi um artigo destacando com mais detalhes tais Bear-Markets; ali, ressaltava que, para os mais otimistas, poderíamos ter chegado ao fim do atual Bear-Market; para os mais pessimistas, não.

Pois sim......eu estava, e estou, entre os mais pessimistas.

Pra mim, a queda teria que ser mais próxima a 90%, isto é, próxima a mais agressiva queda de todos os Bear-Markets vividos pelo Bovespa.

Obviamente, movimentos de alta e queda nesse meio do caminho são esperados; de fato, a perna de alta do início do ano até aqui foi forte. 

Resta saber se essa perna de alta é mais uma perna forte, como outros de 2010 até aqui, dentro, ainda, de uma tendência de baixa de  longo prazo, ou se ela pode indicar, sim, o fim do Bear-Maret brasileiro.

Se ela representa o fim do Bear-Market, poderíamos esperar uma queda nos próximos meses do Bovespa; mas sem a perda do fundo de 37.000; no "máximo", um fundo duplo, pra daí ganhar força e romper o topo de 58.500, por enquanto a resistência a ser olhada, já que foi o último topo da última perna de alta, anterior a atual.

Se a perna forte de alta a que assistimos nos últimos 3 meses representar apenas a amenização de valores atingidos por vários papéis extremamente sobrevendidos, veremos novas pernas de baixa adiante rumo aos fundos de 46.500, 45.000, 44.000, 42.500, 37.000 e, principalmente 29.200 pontos.

Tudo dentro de um longo Bear-Market e que, como já dito, já dura aproximadamente 7 anos e meio.

Mais uma vez, estou nesse grupo, dos mais pessimistas, onde podemos esperar o índice Bovespa muito mais próximo aos 5.000 pontos em dólar, com queda de 90% em dólar do topo até o fundo.

Dentro desse contexto, o que me parece razoável defender e especular é que, diferente do que vimos até agora, a dinâmica de queda será liderada por outro grupo, que não as commodities.

Sim......as quedas até os 37.000 pontos foram fortes para Bancos ?

Foi......mas, não tanto como o setor de commodities.

Eu diria que podemos esperar, sem surpresas, agora, pelo menos "um equilíbrio" maior; commodities em queda, mas bancos liderando, com volatilidades talvez maiores, ainda que guardados seus pesos dentro do índice

Do ponto de vista fundamentalista, os bancos já começam a mostrar em seus recentes balanços, principalmente Itau e Bradesco, números ruins, com provisões para devedores duvidosos cada vez mais altos, refletindo com mais exatidão o momento econômico pelo qual passa o país nos últimos 15-18 meses; não apenas isso, eventuais provisões efetuadas tem seus valores levados a "baixas e prejuízos" também aumentados.

E os números ruins não devem parar por ai; reduções dos antigos e elevados patamares de crédito devem ser esperadas, em face do desafiador cenário econômico já citado, assim como de uma nova dinâmica de crédito no mundo todo.

E então ?

Como saber se acabou para o Bovespa ? Acabou o rally quando o Bovespa bateu 55.000 pontos da semana passada ?

É, agora em diante, veremos fundos e topos descendentes até os 37.000 ?

Alguns sinais têm de aparecer......

Vamos tentar buscar alguns sinais....depois, resgataremos outros, ainda não vistos

Há uma semelhança nas figuras de topos e reversões mostradas em 2014 e 2015 com a figura de topo da semana passada e reversão na semana que acabou.

Vejam:

Bovespa, Semanal, escala logarítmica, período 4 anos



Outro gráfico interessante nos mostra o quanto o Bovespa sentiu a LTB que passava ali por volta dos 54.000 até semana passada......o rompimento se deu no intraday, porém sem força para sustentá-lo nos dias seguintes:

 Bovespa, Semanal, escala logarítmica, período 4 anos





Eu separei 6 gráficos que mostram perdas de LTA's há 3-4-5 dias de 6 papéis que totalizam cerca de 33% do Bovespa, associados a recentes e fortes divergências baixistas de IFR14, MACD e Histograma, todos destacados abaixo.

Essas perdas de LTA'S devem pressionar tais papéis mais e mais na direção de topos e fundos descendentes.....

ITUB4, BBDC4, VALE5, VALE3, PETR4 e PETR3


ITUB4, diário, escala logarítmica




BBDC4, diário, escala logarítmica





VALE5, diário, escala logarítmica




VALE3, diário, escala logarítmica




PETR4, diário, escala logarítmica




PETR3, diário, escala logarítmica








Tentemos olhar agora para alguns pontos e sinais numa outra direção.

1- As médias móveis exponenciais no tempo diário devem dar algum sinal fundamental na direção de reversão; o mais importante, pra mim, é o cruzamento da MME13 pra baixo sobre a MME21.
Por enquanto, isso ainda não aconteceu. Vejam abaixo que a MME13 (linha verde) ainda está acima da MME21 (linha azul) , portanto, no curto prazo, ainda em modo compra.......mas, notem, estão muito próximas.

2- Outro sinal.......a LTA que vem lá de janeiro.......na última sexta-feira, essa LTA foi tocada...Bovespa fechou praticamente "em cima".

Se ela for perdida, a MME13 deve cruzar pra baixo sobre a MME21, dando rapidamente um sinal  na VENDA no tempo diário.....


Bovespa, diário, escala logarítmica



Curiosamente, depois de ITUB4, BBDC4,VALE e PETR......outros papéis começam a bater em suas respectivas LTA's....casos de CSNA3 e ITSA4, destacados abaixo:



CSNA3, diário, escala logarítmica



ITSA4, diário, escala logarítmica





Por fim, do ponto de vista gráfico, é importante ressaltar as bandas bollinger de todos os papéis listados acima.

Voltem a atenção para os gráficos e dêem uma olhadas nas bandas muito estreitas de todos os papéis.......isso é sinal de que vem movimento forte logo logo.....se cada um fizer um rastreamento em todos os papéis listados do Bovespa, verá uma estreitamento em quase todos....vem movimento forte em breve....

Pra baixo ou pra cima ?