sábado, 20 de fevereiro de 2016

Bovespa - Final de Semana

Sem ainda tocar e falar do "EWZ", o "Bovespa operado pelos etrangeiros",vamos voltar a falar do Bovespa com o fechamento de ontem, sexta-feira.

Depois de resvalar na faixa 41.000-41.200 no intraday de quinta e ontem, Bovespa recuperou no finalzinho do pregão de ontem e ainda fechou em alta de 0,16%, a 41.540 pontos.

É uma faixa de resistência de intraday, pois a mais importante é a faixa de 42.000-42.500

Mas, olhando o gráfico diário abaixo, podemos ver uma LTB curta que vem lá de 48.750.....ontem, fechou "praticamente em cima"

Temos uma interessante MA50 que está ali por volta exatamente de 41,500.

Outro ponto interessante, é que ontem, a MME13 cruzou pra cima sobre a MME21, dando COMPRA no tempo diário , depois de 3 meses.

No entanto, as Médias Móveis têm funcionado mais, isto é, seus sinais nos cruzamentos têm se mostrado mais eficazes quando eles cruzam na VENDA. Talvez pelo claro e forte tendência de baixa do Bovespa nos tempos mais longos.

Por outro lado, fiquemos de olho.

Defendi lá atrás, mesmo quando o Bovespa foi perdendo os pivots de 42.000, 40.500, 40.000, que dificilmente ele perderia a faixa de 35.700-36.000 antes de algum forte repique; possivelmente até 44.000-45.000

O repique já foi até 42.500, sem ter tocado a faixa de 36.000; foi apenas nos 37.000.

Ainda é bastante possível a ida até os 44.000-45.000.

Resta saber qual a dinâmica que poderia levá-lo lá.

Será que vamos "direto"? Ou ainda precisaríamos de mais 30-60 dias mais cá embaixo pra ganhar força e buscar os 44.000-45.000 ?

De qualquer maneira, ainda defendo qque, depois desse repique, virá uma onda muito forte que levará o Bovespa pra faixa de 25.000-29.200


Suportes: 40.000, 39.000, 38.600, 38.000, 37.000
Resistências: 42.000, 42.500, 43.500 e 44.000


Bovespa, diário, escala logarítmica